.posts recentes

. Desabafo

. Um novo Código de Trabalh...

. O Som das Noites em breve...

. BAILOUT OU NÃO, EIS A QUE...

. Governo Português dá "exe...

. SAIR DO EURO

. PORTUGAL NA MODA

. O poder

. Portugal e os oceanos

. Dívida portuguesa aumenta...

.arquivos

. Maio 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

Vejo-te a ti No meu coração És aquela que Toca a música Chamada Amor És aquela Que me faz vibrar, Que me faz estremecer, Viver e aprender. És a minha musa inspiradora És a fonte da minha vida, do meu ser, Obrigado por seres quem és. Ricardo Vieira
Quinta-feira, 26 de Março de 2009

Assaltos a casas subiram 33% em 2008

Perto de 30 mil residências foram assaltadas em 2008, revela o Relatório Anual de Segurança Interna.

Segundo o documento, apresentado hoje no Ministério da Administração Interna, em 2008 ocorreram mais 7.330 furtos a residências com arrombamento, escalamento ou chaves falsas do que em 2007.

Os furtos a residências estão integrados nos crimes contra o património, que no ano passado representaram a maior fatia da criminalidade participada, aproximadamente 57 por cento do total. As participações dos crimes contra o património aumentaram 29.214.

O Relatório Anual de Segurança Interna de 2008 refere um aumento de 10,8 por cento na criminalidade violenta e uma subida de 7,5 por cento da criminalidade geral face a 2007.

Dos crimes contra o património verifica-se também um aumento dos furtos em veículo motorizado, com 46.385 ocorrências em 2008, mais 6.734 casos que no ano transacto.

Outra das subidas da criminalidade participada relaciona-se com os crimes contra pessoas, que representaram 23 por cento do total. Para este aumento contribuiram os crimes de violência doméstica, com um acréscimo de 6.474 casos.

O aumento do número de crimes de condução perigosa sob influência do álcool (mais 762) e a detenção por tráfico de armas ilegais (mais 548) contribuíram também para a subida da criminalidade participada, que teve o seu "pico" no segundo e terceiro trimestre de 2008.

tags:
publicado por Ricardo Vieira às 17:23
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds