.posts recentes

. Desabafo

. Um novo Código de Trabalh...

. O Som das Noites em breve...

. BAILOUT OU NÃO, EIS A QUE...

. Governo Português dá "exe...

. SAIR DO EURO

. PORTUGAL NA MODA

. O poder

. Portugal e os oceanos

. Dívida portuguesa aumenta...

.arquivos

. Maio 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

Vejo-te a ti No meu coração És aquela que Toca a música Chamada Amor És aquela Que me faz vibrar, Que me faz estremecer, Viver e aprender. És a minha musa inspiradora És a fonte da minha vida, do meu ser, Obrigado por seres quem és. Ricardo Vieira
Quarta-feira, 22 de Outubro de 2008

Spa põe cobras a fazer massagens

O primeiro pensamento quando se fala de cobras não é agradável, muito menos relaxante, para a maioria das pessoas. Mas, em Israel, um Spa oferece uma massagem por cobras.

Veja o video.

 

Ao que se sabe, já há muita gente a optar por este tipo de relaxamento, mas é de crer que quem escolhe este SPA esteja pronto para tudo ao franquear as portas onde se lê: Quinta de Plantas Carnívoras de Ada Barak.

A empresária radical vive, essencialmente, das visitas à quinta para verem as plantas carnívoras, que devoram um pouco de tudo, desde insectos a pequenos mamíferos. Também repteis, cada vez menos, por certo, dado que estes têm tido uma vida mais descansada nos últimos tempos.

A ideia das massagens por cobras começou quando se acendeu uma luz no fim de mais uma rotineira exibição diária. Por norma, Ada Barak costumava passar uma cobra pelo corpo dos visitantes mais audazes, depois de resgatar o réptil às plantas carnívoras.

"Algumas pessoas disseram que segurar as cobras as fazia sentir mais relaxadas", conta Ada Barak, em declarações à revista Time. "Uma senhora de idade disse mesmo que sentia carícias, como compressas frias", acrescentou.

O tratamento, que custa cerca de 60 euros, evoluiu para uma combinação de cobras maiores e menores. "As pessoas o adoram ou odeiam", acrescentou Ada Barak.

tags:
publicado por Ricardo Vieira às 20:51
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds