.posts recentes

. Desabafo

. Um novo Código de Trabalh...

. O Som das Noites em breve...

. BAILOUT OU NÃO, EIS A QUE...

. Governo Português dá "exe...

. SAIR DO EURO

. PORTUGAL NA MODA

. O poder

. Portugal e os oceanos

. Dívida portuguesa aumenta...

.arquivos

. Maio 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.Quem nos visitou hoje?


contador gratis
Vejo-te a ti No meu coração És aquela que Toca a música Chamada Amor És aquela Que me faz vibrar, Que me faz estremecer, Viver e aprender. És a minha musa inspiradora És a fonte da minha vida, do meu ser, Obrigado por seres quem és. Ricardo Vieira
Terça-feira, 14 de Setembro de 2010

OCDE: Portugal continua com 4º desemprego mais alto

A taxa de desemprego estimada pela OCDE para Portugal recuou em julho para os 10,8%, mas o país manteve-se no quarto lugar do 'ranking' da organização.  
 
No conjunto dos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), a taxa manteve-se em julho nos 8,5% (os mesmos observados em junho), com o número de desempregados a manter-se nos 45,5 milhões de pessoas. 
 
Portugal, com um recuo de 0,2 pontos percentuais face a junho, mantém-se com a quarta taxa de desemprego mais elevada, depois de Espanha (que subiu para os 20,3%), República Checa (que subiu para os 15%) e Irlanda (que subiu para os 13,6%). 

Coreia do Sul e Aústria com menores taxas 

 

As taxas de desemprego mais baixas foram observadas, por sua vez, na Coreia do Sul (3,7%) e Áustria (3,8%). 
 
As taxas de desemprego médias dos países da União Europeia e da Zona Euro mantiveram-se, por sua vez, estáveis nos 9,6 por cento e nos 10%, respetivamente. 
 
No mês em análise, a taxa de desemprego caiu em 9 países para os quais a OCDE tem valores disponíveis, subiu em oito e manteve-se inalterada em cinco. 

publicado por Ricardo Vieira às 20:27
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds