.posts recentes

. Desabafo

. Um novo Código de Trabalh...

. O Som das Noites em breve...

. BAILOUT OU NÃO, EIS A QUE...

. Governo Português dá "exe...

. SAIR DO EURO

. PORTUGAL NA MODA

. O poder

. Portugal e os oceanos

. Dívida portuguesa aumenta...

.arquivos

. Maio 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.Quem nos visitou hoje?


contador gratis
Vejo-te a ti No meu coração És aquela que Toca a música Chamada Amor És aquela Que me faz vibrar, Que me faz estremecer, Viver e aprender. És a minha musa inspiradora És a fonte da minha vida, do meu ser, Obrigado por seres quem és. Ricardo Vieira
Sábado, 5 de Setembro de 2009

Défice das contas públicas duplicou de Janeiro a Julho

O Ministério francês das Finanças anunciou hoje que o défice da Administração Central duplicou nos últimos 12 meses, relativamente aos sete primeiros meses do ano em variação homóloga.

A despesa subiu bruscamente e a taxa de rendimento baixou 23,5 por cento, adiantou a fonte

Nos sete primeiros meses do ano, o défice subiu para os 109 mil milhões de euros, contra 51,4 mil milhões de euros no período homólogo de 2008, um mês antes de se ter dado o colapso do banco norte-americano de investimento Lehman Brothers, que foi o prenúncio da queda do sistema.

O ministério francês adiantou que a diferença de um ano para o outro pode ser explicada sobretudo pelo peso da situação económica inerente à descida dos rendimentos, e por via das diferentes medidas de suporte à economia, descida equivalente a 25,8 mil milhões de euros.

As últimas estimativas oficiais francesas apontavam para um défice recorde de 140 mil milhões de euros no final deste ano.

A 31 de Julho, as receitas do orçamento ascendiam a 138,8 mil milhões de euros, contra 175 mil milhões no mesmo período de 2008, o que representa uma queda de 23,5 por cento.

publicado por Ricardo Vieira às 21:44
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds