.posts recentes

. Desabafo

. Um novo Código de Trabalh...

. O Som das Noites em breve...

. BAILOUT OU NÃO, EIS A QUE...

. Governo Português dá "exe...

. SAIR DO EURO

. PORTUGAL NA MODA

. O poder

. Portugal e os oceanos

. Dívida portuguesa aumenta...

.arquivos

. Maio 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.Quem nos visitou hoje?


contador gratis
Vejo-te a ti No meu coração És aquela que Toca a música Chamada Amor És aquela Que me faz vibrar, Que me faz estremecer, Viver e aprender. És a minha musa inspiradora És a fonte da minha vida, do meu ser, Obrigado por seres quem és. Ricardo Vieira
Domingo, 5 de Julho de 2009

TAP perdeu 105 mil passageiros em Maio

TAP perdeu 105 mil passageiros em Maio face ao mesmo mês de 2008, uma tendência negativa que se mantém desde Janeiro.

Dados da ANA - Aeroportos de Portugal, avançados pela Agência Lusa, indicam que no mês de Maio a TAP transportou 750.772 passageiros, menos 104.840 passageiros (-12,3 por cento) que no mesmo mês do ano passado.

No acumulado de Janeiro a Maio, indicam os mesmos dados, a companhia aérea nacional transportou 3,51 milhões de passageiros, menos 5,3 por cento que no mesmo período do ano passado.

No entanto, são números que permitem à TAP manter a liderança do mercado, com uma quota de 41 por cento.

Contactada pela Lusa, fonte oficial da TAP deu números ligeiramente diferentes dos da ANA.

"A companhia transportou, na sua rede geral, um total de 3,18 milhões de passageiros", o que representa "uma quebra de 5,2 por cento face ao mesmo período do ano anterior".

Para a TAP, a culpa recai em geral sobre "a conjuntura económica negativa que se tem verificado" e em particular em algumas rotas. "As reduções de procura e oferta têm sido mais sensíveis nos sectores da Europa e Atlântico Norte, que são também aqueles onde a recessão tem sido mais forte", explicou a mesma fonte.

O porta-voz da Associação Portuguesa de Agências de Viagem, Paulo Brehm, também aponta sobretudo a crise económica como o principal factor para as quebras no tráfego de passageiros.

"Portugal está afectado em termos de "incoming", chegada de turistas, mas também de 'outgoing', porque também há uma quebra no número de portugueses que viajam para fora em férias e também em viagens de negócios", adiantou.

Por outro lado, em Abril e inícios de Maio as notícias do surto de Gripe A - e consequente cancelamento de voos para alguns destinos - afectaram o sector. Paulo Brehm considera, no entanto, difícil determinar em que medida a doença arrastou os números para baixo.

Analisando as 10 companhias aéreas com maior quota de mercado, as low-cost easyJet e Ryanair estão a crescer nos aeroportos nacionais, ocupando a segunda e terceira posições, respectivamente, da lista fornecida pela ANA.

A low-cost inglesa easyJet cresceu 8,8 por cento neste período. A companhia irlandesa Ryanair subiu 16 por cento nos cinco primeiros meses.

publicado por Ricardo Vieira às 23:11
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds