.posts recentes

. Desabafo

. Um novo Código de Trabalh...

. O Som das Noites em breve...

. BAILOUT OU NÃO, EIS A QUE...

. Governo Português dá "exe...

. SAIR DO EURO

. PORTUGAL NA MODA

. O poder

. Portugal e os oceanos

. Dívida portuguesa aumenta...

.arquivos

. Maio 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.Quem nos visitou hoje?


contador gratis
Vejo-te a ti No meu coração És aquela que Toca a música Chamada Amor És aquela Que me faz vibrar, Que me faz estremecer, Viver e aprender. És a minha musa inspiradora És a fonte da minha vida, do meu ser, Obrigado por seres quem és. Ricardo Vieira
Segunda-feira, 27 de Abril de 2009

Mulheres trocam homens por mulheres

As mulheres ficam sexualmente excitadas tanto quando vêem filmes eróticos heterossexuais como lésbicos. 

Cynthia Nixon, a "Miranda" série “Sexo e a cidade”, é o mais novo rosto do mundo lésbico. Depois de 15 anos de relacionamento com um homem, do qual nasceram dois filhos, separou-se e começou a namorar com uma mulher.

Já outras famosas seguiram o mesmo caminho. A actriz Lindsay Lohan, depois de vários relacionamentos falhados com homens, entregou-se ao amor com a DJ Samantha Ronson.

Katy Perry chegou aos tops com uma música cujo refrão é bastante explícito: “Beijei uma rapariga e gostei”.  Na televisão o mundo lésbico é perpetuado na série  "A letra L," e, um novo reality show lésbico nos Estados Unidos da América já está a ser preparado.

Mas afinal o que é que se passa com as mulheres?
Durante as últimas décadas, os cientistas têm tentado perceber como nasce ou se desenvolve a orientação sexual. Nascidos ou criados? Pode alguém mudar a orientação sexual durante a vida?

A todos os estudos feitos durante os últimos anos e que atribuem como causa da orientação sexual factores ambientais, cognitivos e biológicos, acrescenta-se um novo conceito, a “fluidez sexual”.

“Fluidez representa a capacidade de responder eroticamente e de forma inesperada a situações particulares ou a relacionamentos. Não parece ser algo que as mulheres possam controlar." explica Lisa Diamond, professora da Universidade de Utah.

Um outro estudo, da Universidade de Northwestern, constatou que o desejo sexual das mulheres é menos rígido que o dos homens. Nesse estudo comprovou-se que as mulheres ficam sexualmente excitadas tanto quando vêem filmes eróticos heterossexuais como lésbicos.  O inverso passa-se com os homens, que respondem sexualmente a filmes com mulheres, no caso de serem heterossexuais ou a filmes com homens, no caso de serem homossexuais.

O que o que os investigadores dizem é que as mulheres procuram muitas vezes uma ligação emocional, e se essa ligação vem de uma mulher em vez de um homem, então a emoção pode mesmo sobrepor-se a qualquer tipo de orientação sexual.

tags:
publicado por Ricardo Vieira às 14:11
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds