.posts recentes

. Desabafo

. Um novo Código de Trabalh...

. O Som das Noites em breve...

. BAILOUT OU NÃO, EIS A QUE...

. Governo Português dá "exe...

. SAIR DO EURO

. PORTUGAL NA MODA

. O poder

. Portugal e os oceanos

. Dívida portuguesa aumenta...

.arquivos

. Maio 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.Quem nos visitou hoje?


contador gratis
Vejo-te a ti No meu coração És aquela que Toca a música Chamada Amor És aquela Que me faz vibrar, Que me faz estremecer, Viver e aprender. És a minha musa inspiradora És a fonte da minha vida, do meu ser, Obrigado por seres quem és. Ricardo Vieira
Terça-feira, 31 de Março de 2009

Incêndio no centro histórico de Guimarães

Um incêndio desalojou 14 pessoas no centro histórico de Guimarães, disse à Lusa fonte dos Bombeiros Voluntários locais.

"A protecção civil está já a tratar do alojamento dos moradores no prédio que ardeu esta tarde", acrescentou Joaquim Oliveira, adjunto do comandante daquela corporação.

As chamas destruíram, segundo a fonte, três habitações e deixaram desalojadas 14 pessoas.

O prédio, de três andares, localizado na Travessa de Camões, em pleno centro histórico da cidade, ficou destruído devido ás chamas e à água usada pelos bombeiros.

"O incêndio começou no segundo andar e, rapidamente passou para o terceiro. O primeiro andar também não está habitável porque, para além das chamas, a água e as operações de combate ao fogo, causaram danos", frisou a fonte.

Em fase de rescaldo, os bombeiros de Guimarães mantêm ainda no local vinte elementos e seis viaturas, uma delas de emergência médica.

A Travessa de Camões é uma zona onde as casas estão "coladas umas às outras".

"Para além de apagar o incêndio, tivemos que evitar que se propagasse a outras habitações", finalizou Joaquim Oliveira.

As causas do incêndio estão ainda por apurar.

publicado por Ricardo Vieira às 20:44
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds